20170530 AdrianoRosadaRocha EscolhaMascoteEducacaoFiscal abre
Foto: Adriano Rosa da Rocha
A Comissão Avaliadora do concurso que vai escolher o mascote do Programa Municipal de Educação Fiscal (PMEF) reuniu-se no início da tarde desta terça-feira (30) para definir o vencedor. O resultado será divulgado no dia 28 de junho, na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya (Rua Padre Felipe, 900), às 9h, durante a mostra de trabalhos da Educação Fiscal. O desenho, agora, passará por edição do setor de Publicidade e Propaganda da Diretoria de Comunicação Social e Eventos. O aluno do personagem vencedor e a professora dele vão ganhar um tablet como prêmio.

Ao todo, foram 71 trabalhos, inscritos por alunos das escolas municipais de Educação Infantil e centros municipais de Educação Básica de Esteio. O concurso, organizado pelas secretarias municipais da Educação (SME) e da Fazenda (SMF), que executam em parceria o PMEF, tem, entre outros objetivos, desenvolver no educando a expressão sobre o tema da educação fiscal e motivar a busca de informações sobre os temas relacionados.

Os personagens foram avaliados por uma comissão formada pela Diretoria de Comunicação Social e Eventos devido às suas formações (publicitários, jornalista e relações públicas), bem como seu conhecimento frente as ações do PMEF e distanciamento de quaisquer escolas da rede. Para a avaliação, a comissão levou em conta proposta do concurso, utilizando-se dos critérios de originalidade, criatividade e coerência.

PMEF
O Programa Municipal de Educação Fiscal de Esteio tem como objetivos sensibilizar o cidadão quanto à função socioeconômica dos tributos e o compromisso social; proporcionar conhecimentos sobre a Administração Pública, a arrecadação, a aplicação e o controle dos gastos públicos; incentivar o acompanhamento pela sociedade da aplicação dos recursos; e evidenciar a importância do tributo na atividade financeira do Estado para a manutenção de políticas públicas e a melhoria das condições de vida dos cidadãos. O programa é realizado, sobretudo, nas escolas, com diferentes atividades que têm como objetivo ensinar os estudantes sobre a origem e destinação dos recursos públicos e sobre como acompanhar a forma como o poder público usa os valores arrecadados.

 

Texto: Djalma Corrêa Pacheco