20190507 IngridKasper AcoesCombateDengue abre
Fotos: Ingrid Kasper
Com 17 casos confirmados de dengue em Esteio - 16 autóctones (locais) e um importado -, as visitas dos agentes de combate à dengue da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) estão sendo intensificadas. 

O Bairro Vila Olímpica é considerada de risco devido a todos os casos confirmados serem da região. As visitas constantes são formas de promover os cuidados necessários. “Sabemos que muitos moradores acham estranho voltarmos dia após dia para suas casas. Porém, essa ação se faz necessária para prevenir o aumento dos índices”, afirma a agente de combate à dengue Daiana da Silva Cardoso, 39 anos. 

Entre os moradores que já foram visitados mais de uma vez, está a professora de Educação Infantil Rosângela Barcelos, 57 anos. A cada visita em sua casa, a constatação de que ela é exemplo de prevenção. “Estamos tomando todos os cuidados com todas as plantas, principalmente com as bromélias, nunca esquecendo do repelente”, afirmou a professora, uma das pessoas visitadas pelas fiscais nesta terça-feira (7). 

Os agentes seguem no trabalho de procura pelo mosquito. Após a coleta nas residências, a larva do inseto é levada para o setor de análise da SMS, para que ocorra a identificação. Se confirmado que se trata de Aedes aegypti, os agentes retornam às residências para passar mais orientações

Busque orientação
Qualquer suspeita de dengue, cujos sintomas podem ser confundidos com os da gripe (veja abaixo), deve ser averiguada nas unidades básicas de saúde (UBSs), preparadas para orientação e diagnóstico. Quando há suspeita de contaminação, é realizada uma análise completa do paciente, com coleta de sangue para envio a laboratório de análises clínicas. Além disso, um perímetro de 150 metros da residência da pessoa entra em estado de alerta e prevenção e, se confirmado, a área aumenta para 300 metros. Confirmado o caso, o paciente recebe todo o tratamento necessário para combater a doença.

Uma das medidas que estão sendo tomadas pela Secretaria Municipal de Saúde é a distribuição de repelentes para a população. A prioridade são as grávidas, que podem retirar o produto nas UBSs. Além disso, o repelente está sendo entregue nas casas em áreas com risco da proliferação do mosquito pelos agentes de combate à dengue.

 

Faça sua parte
Os esforços da Secretaria Municipal da Saúde e de outras estruturas da Administração Municipal não darão resultados se os esteienses deixarem de fazer a sua parte. Assunto mais do que batido em toda a imprensa e em propagandas de TV, rádio e jornal, os cuidados para evitar o Aedes aegypti se resumem em três palavras: evite água parada.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) indica os seguintes cuidados para evitar o Aedes aegypti:
- Tampe os tonéis e caixas d’água
- Mantenha as calhas sempre limpas
- Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo
- Mantenha lixeiras bem tampadas
- Deixe ralos limpos e com aplicação de tela
- Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia
- Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais
- Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa
- Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem
- Limpe ralos e canaletas externas
- Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água
- Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água
- Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa

Sintomas
A infecção por chikungunya e dengue começa com febre, dor de cabeça, mal estar, extremo cansaço, náuseas, tontura, perda de apetite, dores pelo corpo e muita dor nas articulações (joelhos, cotovelos, tornozelos e pulsos), em geral, dos dois lados, podendo também apresentar, em alguns casos, manchas vermelhas ou bolhas pelo corpo. O quadro agudo dura até 15 dias e cura espontaneamente. Normalmente, os sintomas aparecem de dois a 12 dias da picada do mosquito, período conhecido como incubação.

Se você identificar um dos sintomas citados acima, deve procurar a unidade básica de saúde (UBS) mais próxima de sua casa (veja abaixo). Após as 17h, os atendimentos são feitos no Centro Integração de Atenção em Saúde (CIAS - Travessa Mario Cutruneo, 48 - Bairro Olímpica), até as 21h, de segunda a sexta-feira, ou na Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio (Hospital São Camilo - Rua Castro Alves, 948, Bairro Tamandaré), aberta 24 horas por dia.

Evite divulgar informações falsas
A veiculação de informação sem confirmação faz com que muitos usuários das redes sociais publiquem e difundam fatos inverídicos, o que, neste momento, mais prejudica do que ajuda no combate ao mosquito. A SMS pede aos cidadãos que utilizem informações apenas de sites institucionais, como o do Ministério da Saúde e da Prefeitura Municipal. Cabe lembrar, ainda, que a divulgação de informações falsas é crime.

Unidades de saúde
UBS Nickollas Gomes (Centro)
Rua Fernando Ferrari, 948 - Centro
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h
(Reunião de equipe: quintas-feiras, 16h às 17h)*

UBS Cruzeiro
Rua Hortêncio Guilhermino Batuta, 52 - Vila Cruzeiro
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
(Reunião de equipe: Quintas-feiras, das 15h às 17h)*

UBS Esperança
Rua Tricampeão, 132 - Vila Esperança
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h
(Reunião de equipe: Quartas-feiras, das 16h as 17h)*

UBS Prefeito Juan Pio Germano (Ezequiel)
Rua Ezequiel Nunes Filho, 79 - Vila Ezequiel
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12hmin e das 13h às 17hmin

UBS Jardim Planalto
Av. Porto Alegre, 987 - Jardim Planalto
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h
(Reunião de equipe: Quartas-feiras, das 15h às 17h)*

UBS Novo Esteio
Av. Celina Chaves Kroeff, 405 - Novo Esteio
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
(Reunião de equipe: Terças-feiras, das 15h às 17h)*

UBS Parque Claret
Av. João Neves da Fontoura, 347 - Parque Claret (ver mapa)
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, e sábado das 8h às 12h
(Reunião de equipe: Terças-feiras, das 8h às 9h)*

UBS Pedreira
Rua José Pedro Silveira, 404 - Vila Pedreira (ver mapa)
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h
(Reunião de equipe: Quintas-feiras, das 16h às 17h)*

UBS Dr. Pedro Ernesto L. de Menezes (Primavera)
Rua Orestes Pianta, 200 - Parque Primavera (ao lado do Centro de Convivência Território de Paz)
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
(Reunião de equipe: Quintas-feiras, das 15h às 17h)*

UBS Tamandaré
Rua Vila Lobos, 1023 - Tamandaré
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
(Reunião de equipe: Segundas-feiras das 16h às 17h)*

UBS Votorantim
Rua Ayrton Senna da Silva, 229 - Votorantim
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h
(Reunião de equipe: Segundas-feiras, das 15h às 17h)*

Centro Integrado de Atenção em Saúde (Cias)
Travessa Mario Cutruneo, 48 - Bairro Olímpica
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia (Centro de Especialidades) e das 17h às 21h (atendimentos eletivos e sob
demanda, de baixa complexidade, em Clínica Geral, Ginecologia, Pediatria e Odontologia)


Hospital São Camilo
Rua Castro Alves, 948 - Bairro Tamandaré
Atendimento: Aberto 24 horas por dia, todos os dias

 

Texto: Ingrid Kasper

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1