20181110 IngridKasper FeiraHolistica abre
Fotos: Ingrid Kasper
A terapia holística busca o equilíbrio de energias. Dentro dessa percepção, o Parque Galvany Guedes tornou-se um ambiente de total tranquilidade na tarde deste sábado (10). Com mais de 20 terapeutas divulgando suas técnicas, conceitos e práticas alternativas como yoga, tai chi chuan, barras de access, reiki e cone hindu, palestrantes e comerciantes de produtos místicos, a feira reuniu um público de 400 pessoas. O prefeito Leonardo Pascoal participou da atividade.

Responsável por promover o evento, a assessora de Desenvolvimento Econômico da Secretaria Municipal de Cidadania, Trabalho e Empreendedorismo (SMCTE) Lúcia Zenkl, disse que, além da feira conectar o público à sua espiritualidade, ela também fomenta os negócios. “Ocorre uma troca de doação, onde as terapeutas demonstram gratuitamente suas técnicas e ganham clientes conforme eles se interessam pelos serviços. Existem muitos espaços holísticos e terapêuticos em Esteio que o público não conhece. Muitos que gostam deste tema, acabam saindo da cidade e procurando os serviços em outro município”, concluiu.

Há quatro meses trabalhando com barras de access, a aposentada Naura da Silva, 55 anos, demonstrou gratidão em poder fazer parte da feira e divulgar seus dons. “O procedimento das barras me escolheu e conquistou-me por mudar tudo que bloqueia nossa mente. Responsáveis por combater a depressão, ansiedade e angústia, as barras de access são um processo quântico, que a partir de toques suaves em 32 pontos energéticos da cabeça, iniciam a liberação de registros negativos, ajudando-nos a ver além dos padrões que usamos e dos problemas que passamos até então”, explicou.

Vendendo suas confecções místicas, as artesãs Carla Paiva e Dione Weiler, ambas com 47 anos, divulgaram seus filtros dos sonhos, mandalas, japamalas, bijouterias e pedras. “As vendas estão indo muito bem. Além disso, muitas pessoas estão pegando nosso contato para participar das nossas oficinas de produção de artesanatos holísticos”, disse Carla. “Antigamente não se dava tanta importância para este tema, mas hoje está se ampliando cada vez mais, o que me deixa muito feliz”, finalizou.

A feira teve, ainda, uma praça de alimentação com opções de comidas integrais, vegetarianas e veganas. A escola Unipacs, também, esteve no evento realizando aferição de pressão e calculando o percentual de gordura dos visitantes da feira, enquanto o Centro de Aprendizagem Surya e o Instituto Faz Agora divulgaram seus cursos.


Texto: Luciana Abdur

gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1
gallery1 gallery1 gallery1